Unidades de Conservação devem ser ampliadas em 2017

 

Neste ano, o Ministério do Meio Ambiente elegeu mais uma pauta entre os temas prioritários para a pasta: a expansão no número de unidades de conservação (UCs). Atualmente, o Brasil dispõe de 327 UCs federais distribuídas por todo o País. No total, elas somam mais de 70 milhões de hectares, cerca de 10% do território nacional.

O objetivo é integrar iniciativas de proteção ambiental a uma economia verde capaz de assegurar os direitos das populações tradicionais. “É fundamental prestigiar a vertente da sustentabilidade, punir quem está na ilegalidade e dar conforto a quem está na legalidade”, defendeu o ministro Sarney Filho. “O principal objetivo do desenvolvimento sustentável é valorizar a floresta em pé”, acrescentou.

O secretário executivo do Ministério, Marcelo Cruz, destacou a importância de medidas para contratar brigadistas para atuar nas unidades de conservação. O objetivo é aumentar a efetividade das ações de conservação nessas áreas. “Esse é o trabalho que temos de fazer”, ressaltou Marcelo Cruz.

Ampliação

O aumento no território sob regime de proteção está entre os focos da atuação do Ministério do Meio Ambiente. No ano passado, houve um incremento de 4,1% das áreas de conservação federais com a criação de sete novas unidades e a ampliação de outras duas.

O presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, afirmou que a previsão é dar continuidade a esse crescimento e fomentar a colaboração para a gestão dessas áreas.

Fonte: Portal Brasil, com informações do ICMBio