Grupo Conserbras reúne seus colaboradores e comemora 30 anos de fundação

Foi um dia repleto de comemorações e homenagens para todos da Conserbras. Na data em que o grupo empresarial completa 30 anos, foram reunidos vários de seus funcionários, que puderam participar de uma confraternização realizada no Restaurante do Sindicato Rural, no Parque de Exposições Sebastião Alves do Nascimento, em Patos de Minas.

A programação foi iniciada às 8 horas da manhã com uma missa presidida pelo Padre Divino, com apoio de diversos colaboradores do Centro Administrativo de Patos de Minas. Padre Divino destacou em sua homilia, o reconhecimento a cada um dos colaboradores e o quão é importante o trabalho em equipe.

O encontro prosseguiu com um show de ilusionismo com Mauro Marques, que prendeu a atenção dos presentes. Em forma de vídeo, a história do Grupo Conserbras foi apresentada para todos os presentes. Logo após foram realizados sorteios de diversos brindes e com muita emoção, o diretor-presidente, Walter Ferreira Soares, prestou várias homenagens, à colaboradores, ex-colaboradores que marcaram seus nomes na história.

O diretor-presidente, Walter Soares não esperava as homenagens que recebeu. Foram diversas mensagens de clientes, do prefeito de Patos de Minas e do presidente da Federação Brasileira das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação, Renato Fortuna Campos. Mas a mensagem que mais emocionou a todos, foi a proferida por sua filha, Kaisa Santana Soares, que recordou toda a trajetória de lutas e vitórias do diretor-presidente do Grupo Conserbras.

Após as homenagens, todos os presentes puderam almoçar e tomar um chopp geladinho, ouvindo, assistindo a três shows. O primeiro foi de música raiz, com o grupo Os Morenos. Logo após, muito rock and roll com a Banda Decreto. E para finalizar as atrações, os presentes curtiram o show de sertanejo universitário, com Cássio Santiago.

O Grupo Conserbras se consolida a cada ano que passa e nesses 30 anos, o trabalho sempre vem sendo realizado com excelência e comprometimento, com base na nossa natureza de preservar o meio ambiente.

30 anos de êxito? Sim. 30 anos de peleja também!

POR KAÍSA CRISTINA SANTANA SOARES

Dia desses fiquei parada no semáforo em frente aquela casa que tínhamos e que o senhor empreendedoramente vendeu para investir na empresa.

Foi tão estranho, porque as lembranças que tenho dela são muito maiores do que ela realmente é. Isso mostra o quanto o tempo passou e tudo foi crescendo a cada dia. Nós, o senhor, a Conserbras.

Há quem construa uma imagem muito romântica do senhor e da empresa, mas a gente lá em casa se dá conta de que nunca houve romantismo, mas sim, muito trabalho árduo.

Me recordo do senhor tão insistente/persistente nessa empreitada, assim como me recordo das dificuldades que passamos em função disso. Lá no início, quando não sobrava dinheiro pra nada, a mamãe trabalhava e sozinha custeava as despesas da casa. Era o jeito dela de dizer que acreditava no senhor, ainda que não concordasse com a sua loucura de vender aquela casa.

O senhor resistiu e me orgulho da sua nobreza e humildade ao contar com uma mulher para ser auxílio financeiro em dias de luta.

De tanto lutar, o senhor foi aprendendo (como sempre) com a vida. Colocou toda sua fibra e garra para que tudo desse certo. O céu foi o limite…os territórios ficaram pequenos. São Paulo, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais…o negócio rendeu. Não sei se o senhor esperava tanto, mas sei que sempre se entregou de corpo e alma para que o melhor acontecesse.

Muitas e muitas vezes não tínhamos o senhor em casa, mas o senhor sabia que estávamos bem e era por isso que rodava pelas estradas da vida. Assim como sempre soubemos que o senhor estava conosco ainda que distante. A cada chegada era certo um presentinho, uma bala que fosse, a nos dizer: estava distante, mas com o pensamento em vocês. Coisas do seu jeito família.

Coração gigante, é assim que sempre te vi, ainda que fosse tão contrária a sua forma de lidar com as coisas. Digo isso com a propriedade de quem foi trabalhar com o senhor antes mesmo da Conserbras existir.

Pude ver de perto o seu carinho pelas pessoas que trabalhavam com o senhor. Meu coração justo e duro por vezes não entendia o seu coração de manteiga, olhando as necessidades individuais, voltado para o que cada um precisava.

O número de funcionários aumentou progressivamente ao longo dos anos e chega uma etapa em que não dá pra olhar todo mundo nos olhos, mas o seu coração gigante permanece. E penso que seja isso que desperta a admiração das pessoas que trabalharam e trabalham na Conserbras. Do alto desse 1,80m e dessa voz imponente, muitas vezes o senhor é feito mãe que não pode ver o filho desamparado. O Eustáquio talvez seja o pai que segura as pontas e diz: Walter, a gente não pode socorrer o mundo! Pé no chão! Rsrs. Por isso essa parceria duradoura.

Muitas são as pessoas que passaram por aqui nesses 30 anos nutrindo amor e respeito por este espaço e legado que o senhor construiu e admirando a sua hombridade e respeito por cada cliente. A cada um deles…gratidão eterna!

Suas infindáveis noites de insônia puderam garantir o sustento de muitas casas, a tranquilidade de muitos clientes, a educação dos seus filhos.

É guerreiro que se diz né?

É luta que se consome com a promessa insistente de que “ano que vem eu paro de trabalhar” kkkk. E sabe porque o senhor não para? Porque a sua vida sempre esteve ligada às pessoas e é por elas que o senhor vive. Porque a falta que te fez o pão e um prato de comida um dia, o senhor não vê outra alternativa, que não, ajudar as pessoas a terem o alimento na mesa. Para todos os dias da sua infância em que o senhor não se sentiu amado, houve a necessidade de amar e querer bem.

Essa casa Conserbras, cumpre hoje a missão do senhor de ser solidário e abraçar o mundo.

A sua missão de amar também anda sendo cumprida com sucesso. Desconheço quem ame tanto a tantas pessoas, ainda que com ogrice (e me identifico rsrs).

Hoje, neste dia 8 de março de 2020 tenho 3 considerações a fazer:

  1. Que o senhor tanto amou a mim e aos meus irmãos que não temos outra opção que não seja te amar e amar o mundo.
  2. Que os seus colaboradores possam te ver como espelho, certos de que a vida é realmente dura, mas que sonhos precisam de uma pitada de fé e muita coragem.
  3. Que todas as mulheres compreendam o o real valor de ser mulher e o quanto são importantes na vida dos outros. Pq foi assim que o senhor nos educou e valorizou uma vida inteira. Todas as mulheres importantes na sua vida dizem muito sobre inaugurar uma empresa no dia delas.

Te amo! Na proporção do seu amor gigante por nós! Me orgulho do senhor, na proporção do seu orgulho em dizer: Eu construí essa história! Eu venci!